A despedida emocionante

Publicado: 31/03/2010 em Política em Minas Gerais
Tags:, ,

Uma festa com o jeito mineiro de ser e de reconhecer o bom trabalho. Foi isso que se viu na Praça da Liberdade na tarde desta quarta, 31, na posse do novo Governador de Minas, Antonio Anastasia. Ao lado de figuras históricas das Gerais como os ex-governadores Rondon Pacheco, Francelino Pereira, Eduardo Azeredo e Itamar Franco, Aécio passou o colar da inconfidência, maior símbolo do estado, usado por todos os antecessores de Anastasia.

O dia começou com a posse do novo governador na Assembléia Legislativa. Às 11 horas, Antonio Anastasia fez o juramento e recebeu o mandato das mãos do Presidente da casa, Deputado Alberto Pinto Coelho. Em meio a prefeitos e autoridades de todo o estado, o novo governador mineiro fez seu primeiro discurso, já empossado. A sessão foi muito concorrida, e o plenário da Assembléia ficou completamente tomado.

Pela tarde, Anastasia receberia o colar do agora ex-governador Aécio Neves, que deixa o cargo com inéditos 92% de aprovação do seu governo. A chuva atrapalhou um pouco a festa, atrasando a cerimônia e impedindo Anastasia de percorrer a alameda travessia da Praça da Liberdade a pé, como é praxe nas posses de governadores. Quando a chuva terminou, mensagens de jovens do estado inteiro apareciam nos dois telões colocados em frente ao palácio, despedindo e agradecendo Aécio, e saudando a chegada do Governador Anastasia.

Ao começo da cerimônia, os participantes do “vozes do morro” cantaram a despedida de Aécio e soltaram balões, que alegraram o ainda nublado céu de Belo Horizonte, com suas múltiplas cores. Ao discursar, Anastasia exaltou as conquistas do Governo Aécio, e reafirmou seu compromisso com Minas e com os mineiros, quando disse que “os compromissos de Aécio são também os compromissos de Anastasia”. O ex-governador, visivelmente emocionado, fez um discurso de agradecimento a todos que caminharam juntos com ele, e disse que honrou todos os dias o seu mandato. Ao finalizar, relembrou a frase que disse na inauguração da Cidade Administrativa Tancredo Neves, ao dizer que “Minas é minha causa, minha casa, meu chão; Minas é minha pátria”.

Aécio saiu do Palácio da Liberdade acompanhado da filha, Gabriela, ao som da música que permeou seu mandato, “amigo”, de Roberto Carlos. Os jovens o levaram por toda alameda da praça, entoando o conhecido hino de Minas Gerais, e aos gritos de “Aécio Guerreiro, orgulho dos mineiros”. Enfim, Aécio Neves deixa o governo de Minas com um exitoso trabalho e com a aprovação dos mineiros. Fez história. Deverá ser candidato ao Senado da República. Deixa um legado a ser seguido por seus sucessores já a partir do novo Governador Antonio Anastasia.

Anúncios
comentários
  1. mauricionoronha disse:

    Excelente texto amigo!! Só corrige uma coisa aí.. quem cantou nao foi a moçada do vozes do morro, mas sim do valores de minas!! Cofere o meu texto sobre a despedida! blogdonoronha.wordpress.com

    Grande abraço

  2. Magna Alvim disse:

    Parabéns, Leo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s